Aromaterapia: Entenda como Funciona essa Técnica

Atualmente conhecida como um dos tratamentos alternativos mais populares, a aromaterapia é uma técnica terapêutica milenar que utiliza o aroma de plantas medicinais para trazer saúde e bem-estar para a vida das pessoas que a usam. Mas, apesar de ser tão antiga, nem todo mundo sabe como a aromaterapia realmente funciona. No artigo a seguir, reunimos tudo o que você sempre quis saber sobre essa técnica.

Como a Aromaterapia funciona

Em todas as plantas existem substâncias capazes de atrair insetos que possibilitam a polinização e, ao mesmo tempo, afasta micro-organismos. Na aromaterapia, essas substâncias são extraídas de folhas, flores, caules, raízes e sementes e, ao serem concentradas, originam os óleos essenciais.

O nosso organismo associa os cheiros que sentimos diretamente a nossa memória emocional, despertando sentimentos e promovendo diferentes sensações. Isso acontece porque, ao inalarmos um aroma, as células receptoras do sistema respiratório enviam ao cérebro mensagens capazes de atuar diretamente em nosso humor, estado emocional e até mesmo causar efeitos fisiológicos.

Na aromaterapia, o aroma de óleos essenciais é usado para estimular respostas positivas em nosso corpo. Cada um dos óleos existentes possuem propriedades capazes de influenciar nossa saúde de diferentes formas.

Os benefícios da Aromaterapia

São várias as vantagens que a aromaterapia pode trazer para o nosso organismo, tanto física, quanto mentalmente. 

Seus benefícios estão diretamente ligados às propriedades de cada óleo essencial: alguns atuam como estimulantes, outros acalmam e existem também aqueles capazes de aumentar a concentração. 

Apenas um óleo pode ser usado com diversos fins e, ao combiná-los, é possível obter benefícios ainda maiores.

A seguir nós listamos os benefícios mais conhecidos trazidos pelo uso da aromaterapia:

  • Óleos essenciais de lavanda e cedro altas ajudam a relaxar a mente, combatendo o estresse, a ansiedade e a depressão;
  • Essências de hortelã pimenta são excelentes para aliviar dores de cabeça;
  • Óleos de camomila romana afastam a insônia;
  • Aromas de limão siciliano fortalecem o sistema imunológico, estimulando as defesas naturais do organismo, além de serem excelentes para eliminar tensões no ambiente;
  • O óleo essencial de cravo alivia o cansaço;
  • O alecrim é um excelente clareador mental e, junto do óleo de tomilho estimula a pressão sanguínea;
  • Em casos de gripe, rinite e sinusite, óleos essenciais de eucalipto são ótimos para abrir as vias respiratórias;
  • Óleos essenciais de may chang atuam estimulando o bom humor.

Esses são apenas alguns dos benefícios que a aromaterapia pode trazer. Porém, para garantir os resultados, é preciso que os óleos utilizados sejam de origem 100% vegetal e usados da maneira correta.

Como iniciar a Aromaterapia

Para que a aromaterapia funcione, é preciso que a pessoa ou o ambiente absorva completamente a energia exalada pelo aroma. Sendo assim, a melhor forma de colocar a técnica em prática é através da inalação, pingando uma ou duas gotas de óleo nas mãos, esfregando-as e inalando a essência ou do vapor criado pela mistura do óleo essencial com água quente.

Óleos essenciais podem ser usados em objetos como pingentes e velas de aromaterapia. São excelentes também para realizar massagens relaxantes, sempre em pequenas quantidades.

Não é difícil iniciar a aromaterapia e aplicá-la no dia a dia, mas para um tratamento mais eficaz, a ajuda de um profissional fará com que você escolha o melhor aroma e a frequência mais indicada para você usar.

Gostou deste artigo? Venha conhecer nosso trabalho e faça uma consultoria!

Deixe uma resposta