Feliz Yule!

O Solstício de Inverno, ou Yule
21 de junho (HS) / 21 de dezembro (HN)

Hoje noite mais longa do Ano.
Faça seus pedidos e tudo se realizará!

O Solstício de Inverno, ou Yule, é marcado pela noite mais longa do ano. Nos dias que se seguem, a luz vai ganhando força até a chegada a Primavera, onde dia e noite serão iguais outra vez.

Yule, nas tradições pagãs em geral, é simbolicamente o renascimento do Deus pelo ventre da Deusa, o ciclo da criação completando mais uma etapa. A Deusa precisa se recuperar e manter-se introspectiva até que o Deus tenha autonomia para iluminar os céus, assim como a natureza segue se recuperando do inverno e deveria também para nós ser um período de repouso, de desacelerar o ritmo e cuidar das estruturas em todos os sentidos. É comum a diversas tradições que este período seja a data de nascimento de suas divindades mais significativas, o Natal colocado como nascimento de Jesus, foi definido para se ajustar à roda do ano assim como muitos símbolos pagãos que foram adaptados aos costumes cristãos.

Os símbolos tradicionais dessa celebração são os elementos mais resistentes deste período e que continuam provendo sustento como as frutas secas, nozes e alimentos de grande concentração de caloria e fácil conservação bem como bebidas quentes como o vinho.

Na Europa antiga era comum celebrar este dia com a Fogueira de Yule para celebrar o retorno da luz. Depois de queimar completamente, as cinzas da fogueira deveriam ser espalhadas pelo campo para que o sol fertilizasse a terra na chegada da primavera.

Celebrando o Solstício de Inverno

Alimentos: bolo de frutas, pães, nozes, ameixa, maçã, melão, uva
Bebidas: vinho (frio ou quente), champagne
Cores: branco, dourado, verde, vermelho
Divindades: deuses recém-nascidos, deusas tríplices, deusas virgens
Incensos: alecrim, cedro, louro, pinho
Outras nomenclaturas: Yule, Dia de Fionn, Retorno do Sol
Pedras: granada, olho-de-gato, rubi, jaspe vermelho
Símbolos: sempre-viva, troncos de árvore, pinheiro

Se você não pode fazer uma fogueira, seja por falta de espaço ou tempo, não se preocupe, você pode fazer um ritual mais simples na sua própria cozinha, que aliás é o coração da casa na visão das Bruxas Cozinheiras!

Você vai precisar de:

1 vela (branca, dourada, verde ou vermelho)
3 varetas de incenso (alecrim, cedro, louro, pinho)
1 pedra (granada, olho-de-gato, rubi, jaspe vermelho)
1 copo d’água

Monte seu altar num cantinho da cozinha, em um lugar que não atrapalhe a confecção da receita a seguir, talvez em cima da geladeira, se não puder montar na cozinha, monte no local mais próximo dela, exceto o banheiro.

Visualize um círculo de luz branca envolvendo a você e seu altar que se estende como um tubo de luz para as energias celestes e para baixo entrando em contato com a Mãe terra e protegendo-o de quaisquer energias externas. Acenda a vela e o incenso.

Faça uma oração que venha de seu coração, pedindo à divindade em você, aos 4 elementos, à Deusa e ao Deus que te protejam e abençoem suas atividades.

Blessed be

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: